Tuesday, August 16, 2005

Sempre Para Sempre


Musica: Ricardo Sotna e Gil do Carmo
Letra:
Miguel A. Majer

Há amor amigo
Amor rebelde
Amor antigo
Amor de pele

Há amor tão longe
Amor distante
Amor de olhos
Amor de amante

Há amor de inverno
Amor de verão
Amor que rouba
Como um ladrão

Há amor passageiro
Amor não amado
Amor que aparece
Amor descartado

Há amor despido
Amor ausente
Amor de corpo
E sangue bem quente

Há amor adulto
Amor pensado
Amor sem insulto
Mas nunca tocado

Há amor secreto
De cheiro intenso
Amor tão próximo
Amor de incenso

Há amor que mata
Amor que mente
Amor que nada mas nada
Te faz contente me faz contente

Há amor tão fraco
Amor não assumido
Amor de quarto
Que faz sentido

Há amor eterno
Sem nunca talvez
Amor tão certo
Que acaba de vez

ir para Blog dos Donna Maria

16 Comments:

Blogger Psycho_SanO said...

Deus é amor;)

11:43 AM  
Blogger Xein said...

Lindo, lindo, lindo... Maravilhosamente declamado pelo Gil do Carmo... SUBLIME!!!


Sintam-se....

3:11 PM  
Blogger Mr. Brightside said...

Haverá melhor maneira de terminar um cd?????? Claro que não!!!
Além de eu amar poesia, além do poema estar fantasticamente brutal, está divinalmente declamado pelo gil do carmo e acompanhado por um piano que tira so sério!! É uma obra prima!!!

Mts sinceros parabens pelo vosso trabalho! Ainda bem que vcs apareceram e estão a ajudar mta gente a reencontrar-se com a musica portuguesa! É possivel fazer trabalhos de qualidade em portugal (e não falo só a nivel musical) e vcs são uma prova disso!

Cláudio Cruz

5:53 PM  
Blogger Be quiet and drive said...

GRANDE GRANDE POEMA............simplesmente lindo............akela voz de fundo é espetacular.....e o piano mt bom tb.......

Só pa voces verem o kuanto sao bons nakilo k fazem....eu sou amante do metal...é este o meu verdadeiro estilo...marilyn manson..korn..e por ai fora(embora goste d tudo um pouko,pk adoro musika)...mas kd ouvi o vosso CD rendi-me completamente...n gostava mt d musika portuguesa(tirando ornatos e pluto)pois é so pimbas e playbacks..ate k voces apareceram pa mostrar k portugal tem uma grande cantora e musikos k sao os DONNA MARIA juntando letras magnificas com uma sororidade bem portuguesa...e isto so pa dizer k ate no "lado oposto" musikal voces encantam....PARABENS....so um desejo:façam musika para sempre....

10:17 AM  
Blogger nuno pena said...

Afinal é possivel ressacar de musica...
Todos os dias "vos oiço" e todos os dias a mesma lagrima no canto do olho...
Bem hajam pelas emoções que transmitem..

2:56 AM  
Blogger Piotr Fr said...

Um poema lindissimo, sem dúvida. Descobri a vossa banda por acaso, mas foi foi um acaso feliz.
Aguardo boas novas de futuros projectos.

7:42 AM  
Blogger bomdialegria said...

Eu sou fan

8:00 AM  
Blogger Sweet Patrice said...

Não há absolutamente nada a dizer sobre esta musica, porque nenhum adjectivo seria suficientemente fiel à qualidade desta musica. Qualquer adjectivo usado será sempre injusto, pois esta musica valerá sempre muito mais.
*

3:32 AM  
Blogger Sara said...

ola td bem

gosto dos Donna Maria.
beijinhos para td mas um especial p Marisa visita-me no meu Blog http://o-blog-da-sara.blogspot.com/

sara livramento

7:32 AM  
Blogger da. said...

Belo. Muito bonito. Esta música voa também aqui. no meu sótão. obrigado. por terem resgatado este som e poema, esta voz e estas letras, a Deus. Obrigado.

2:51 PM  
Blogger Beatriz said...

Descobri-vos à pouco tempo. Um registo musical do qual normalmente não gosto. Mas vocês superam!! Estão adicionadissimos!

PS: Poema lindo! Boa maneira de acabar de ouvir o vosso CD

7:22 AM  
Blogger Lua said...

...Vim para esta vida aprender e so me ensinam....muitos parabens!

2:22 PM  
Blogger .Numbers. said...

brutal... simplesmente brutal... o poema e lindo, a voz dele divina, o piano com a voz de fundo... perfeito, atrevo.me!

2:09 PM  
Blogger Sophia said...

sou capaz de ouvir este tema vezes sem conta sem nunca me cansar...
Está sublimemente declamado. A voz é estupenda e a letra...bom...a letra é algo completamente surreal em termos artisticos e tão real que chega a doer...

Podia dissertar durante horas sem nunca descrever na totalidade a grandeza da minha paixão por este tema.

Resumidamente é um texto dos deuses!

PARABÉNS!!!

12:32 PM  
Blogger *C* said...

Simplesmente fantástico.
diz tudo e deixa-nos a pensar:
O que é o Amor?
Adora.
Causa-me sempre um arrepio. :)
Tudo de bom.
Continuem

9:54 AM  
Blogger Susana said...

Também rendida à beleza do poema da voz, da música. O meu muito obrigada a todos que contribuíram para este magnífico trabalho. A música portuguesa é única, o vosso trabalho contribui para a tornar ainda mais especial.Obrigada.

Suca

4:06 AM  

Post a Comment

<< Home